sábado, 4 de novembro de 2017

Se tiver de me esquecer, me esqueça. 
Mas bem devagarinho.
Mário Quintana