quinta-feira, 18 de maio de 2017

Eu não acredito em Bíblia.
 Eu não acredito em tarô. 
Eu não acredito em Jesus. 
Eu não acredito em Buda.
 Eu só acredito em mim.
John Lennon

Em uma entrevista para o Evening Standard, em 1966, John Lennon advertiu o jornalista Maureen Cleeve:

"O cristianismo vai sumir. Vai desaparecer e encolher. Eu não sei o que vai primeiro, o rock n' roll ou o cristianismo... 
Os Beatles são mais populares que Jesus agora."

Ninguém reparou nos comentários, até que foram impressos na revista teen Datebook.
A reação teve proporções bíblicas. 
Álbuns dos Beatles foram queimados em público, rádios de circuitos cristãos baniram suas músicas e shows foram cancelados.
 No fim das contas, Lennon foi forçado a pedir desculpas em uma conferência para a imprensa.
Em uma entrevista para o Evening Standard, em 1966, John Lennon(é John Lennon entrea cruz e a espada rs)

Nenhum comentário:

Postar um comentário